Notícias

Confira as últimas notícias da área de atuação da Statera e fique sempre bem informado.

Como incentivar família e amigos a parar de espalhar fake news sobre saúde

30 de Agosto de 2021. Kristen Rodgers - CNN

Antes de confrontar um conhecido sobre uma notícia falsa, entenda as intenções da publicação e tenha uma abordagem de empatia

Seu primo acredita que as vacinas contra a Covid-19 têm microchips controladores da mente. Seu amigo compartilha um artigo sobre por que supostamente a tecnologia 5G prejudica a saúde de todos.

“Nós até vemos desinformação sobre assuntos triviais”, disse Carl T. Bergstrom, professor de biologia da Universidade de Washington, por e-mail. Bergstrom ministra um curso que treina alunos sobre como avaliar o impacto das informações em suas vidas. “Todos os anos, uma fotografia de um adorável frango-d’água se torna viral como a imagem de um ‘corvo bebê’. (Os corvos recém-nascidos são cegos, sem penas e não se parecem em nada com isso)”.

Uma história imprecisa sobre animais selvagens pode ter repercussões limitadas, mas a desinformação sobre questões sérias como a pandemia pode ser “profundamente prejudicial”, afetando as motivações, crenças e tomadas de decisão das pessoas em relação à saúde, política, meio ambiente e muito mais, disse Bergstrom, coautor de “Calling Bullsh*t: The Art of Skepticism in a Data-Driven World” (Não seja enganado: a arte do ceticismo em um mundo movido a dados, em tradução livre).

“Compartilhar desinformação e fake news sobre saúde pode levar à morte de pessoas”, acrescentou Bergstrom. E se eu compartilhar desinformações sobre algo como a retirada do Afeganistão? “Não é como compartilhar desinformações sobre vacinas, já que meus amigos e familiares que as leem não estão de forma alguma envolvidos na tomada de decisões sobre a política externa dos Estados Unidos”, explica.

O problema é exacerbado quando a família e os amigos compartilham informações incorretas, porque tendemos a confiar que o que eles estão dizendo é verdade, sem fazer uma verificação. Confrontar entes queridos sobre a falsidade de suas postagens não é fácil, mas se você estiver pronto para falar, veja como lidar com isso.

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/como-incentivar-familia-e-amigos-a-parar-de-espalhar-fake-news-sobre-saude/
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Statera Cursos - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Statera Cursos.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Statera Cursos não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Statera Cursos implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar

Entre em contato